Image Slider

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Review: Supergirl 3x02 - "Triggers"

Atenção: A resenha abaixo contém spoilers do episódio "Triggers", exibido no dia 16/10/2017!

supergirl 3x02

Com todo o abalo emocional que Kara está tendo depois da season finale, nada mais coerente do que uma vilã que mexe com os seus medos. Estou adorando essa profundidade emotiva dos episódios!

Tudo começa quando Psy resolve roubar vários bancos em National City simplesmente entrando e fazendo todos se ajoelharem de sofrimento ao seu redor. E nem mesmo Kara escapa. Supergirl tenta enfrentar Psy umas quatro vezes ou mais e nada funciona.

A cada momento, Kara revive alguns dos piores medos de sua vida. Começa aos poucos com uma sensação claustrofóbica e vai se intensificando até Kara recriar seus momentos dentro da nave quando deixou Krypton. Não só isso como chega ao ponto de nossa Supergirl ter certeza que está vendo o destino de Mon-El, com toda culpa e o desespero.

Foi incrível como pudemos aprender tanto sobre a Kara nesse episódio. Se formos parar para pensar, Kara ficou anos presa em um local pequeno viajando no espaço sozinha. Sabendo disso, faz bastante sentido que ela tivesse episódios de claustrofobia quando pequena e que isso esteja ligado ao seu medo maior de abandonar tudo que conhece. Imagino que tenha sido algo bastante traumático. Já tínhamos tido uma ideia da mudança e a morte de um planeta inteiro, mas a série me fez pensar no intervalo, na viagem. No sofrimento da espera, da solidão, da angustia.

A escolha da câmera nessa hora ajudou bastante a vermos isso tudo. Estarmos no lugar da Kara em seus momentos de medo trouxe a empatia necessária para as cenas. Admito que achei que algumas cenas da nave se alongaram demais, mas tenho a teoria de que a sensação representa bem a experiência de Kara.

supergirl 3x02

Está tudo extrema e brilhantemente conectado. Depois de experimentar seu medo, Kara passou a ligar tudo que sentia e acreditar que Mon-El sentiu isso também. Não só isso como, por não saber o destino do amado, ela passa a ter medo da pior consequência de todas: Mon-El ter morrido dentro da nave. Isso passa não só pelo próprio medo dela como viajante em uma dessas naves como contém a culpa que ela sente por ter algum papel na tal morte.

Essa situação deu abertura para a amizade de Winn e Kara voltar a ser explorada na série, o que é sempre bom. Sem querer preocupar a irmã ou J'onn, a super-heróina decide se abrir só com Winn sobre seus medos e como Psy a está afetando. No entanto, acaba que é Alex e sua ligação maravilhosa com Kara que salvam o dia.

Alex consegue ir a fundo e entender melhor como é para Kara sentir aquilo tudo. Infelizmente, nessas situações, tudo que podemos fazer é dar apoio. E é isso que Alex faz. Não só quando Kara tem um episódio claustrofóbico sem interferência de Psy, mas também quando ela se depara com a vilã mais uma vez. A última vez. Porque, apesar do trauma, Kara consegue se proteger e parar de cair nas armadilhas da mente que Psy cria.

Enquanto isso, alguns problemas mais humanos acontecem, inclusive com Kara. Depois de ter comprado Cat Co, Lena decide esquecer da L Corp e se voltar para a área das comunicações. Ela passa o dia inteiro no escritório, o que torna um pouco mais difícil de Kara fugir do trabalho para colocar a capa sem ser notada - o que é engraçado lembrar, já que ela já teve esse problema, mas está mal acostumada com a liberdade que James a dá.

supergirl 3x02

A coisa toda acaba gerando certa tensão entre Lena e Kara. Lena tenta ajudar, achando que Kara está dispersa por causa de Mon-El, e Kara tenta fugir, além de ser bombardeada com esses medos. Foi legal ver a amizade delas se aprofundar, até porque nem sempre trabalhar com amigos é fácil. No fundo, acaba que Lena estava certa e Mon-El realmente era parte do problema. Só queria saber como a Lena ainda não descobriu a identidade da Supergirl.

Além disso, Lena acaba entrando em conflito com James. Ela chega sem aviso e seu contato na empresa acaba sendo Kara ao invés do CEO. É no mínimo interessante ver esse conflito de poderes, o que nos dá a oportunidade de ver Lena e James em ação na empresa. Lena já toma conta de tudo e faz diversas reuniões, enquanto James se sente isolado.

Espero que esse enredo faça os escritores pensarem mais em James como personagem. Fiquei feliz que tenham pensado nesse foco para ele. Vai ser interessante vê-lo tentar encontrar seu lugar na empresa agora que Lena está no comando. Só espero que ela também dê espaço para ele, ou, no mínimo, decida que papel quer ter no cotidiano. Ela será a nova Cat?

Ainda não sabemos, mas Lena planeja ficar bastante na Cat Co a ponto de contratar alguém para cuidar da L Corp para ela: Samantha. Isso mesmo, continuamos a acompanhar o nascimento da vilã. Honestamente ainda não sei como será possível, ela parece ser tão simpática e dedicada, além de se preocupar bastante com a filha. Será que seu gatilho vai ser Ruby sofrer algum acidente?

Ruby é uma garota bem curiosa, devo dizer. Ela começa a ficar bem obcecada com a mãe ter poderes a ponto de se jogar no meio da luta de Psy com Supergirl. Ela começa a agir de forma mais rebelde que o normal e Samantha fica preocupada.

supergirl 3x02

Acho interessante vermos esse comecinho dos poderes. Samantha se vê pressionada pela filha, mas ainda assim não tem poderes pode completo. Aquele um único episódio a deixa curiosa para ver se há algo mais, mas ao mesmo tempo só quer trabalhar e sustentar a família. Já Ruby tem essa fantasia de que, se sua mãe fosse uma super-heroína, ela poderia passar mais tempo com a mãe. Será que ela achou que a mãe ia ganhar salário do governo? Porque até superheróis tem que trabalhar. Vida dura essa.

Tudo corre bem no final, todos estão a salvo, algumas tensões são plantadas e Samantha continua sem poderes exatamente. Mas, quando menos esperamos, J'onn recebe uma mensagem de M'gann pedindo que ele vá para Marte. E tem mais! O trailer do próximo episódio já nos indica que conheceremos o pai de J'onn. O 3x03 promete!


O melhor
O belo desenvolvimento dos medos de Kara.
A amizade de Winn e Kara (foi só o recomeço, espero).
Alex e sua conexão com a irmã.
Conflito entre Lena e James, quero ver onde vai dar.
Kara e Lena aprendendo a ser amigas.

O pior
Ai, Ruby, quem dera que superheróis não precisassem trabalhar.

Nota 10

Mariana Oliveira Sou Publicitária, Beatlemaniaca e Coldplayer. Toco piano e praticamente vivo de séries e livros. Acho que começo uma série nova toda semana. 

Um comentário:

 
UA-48753576-1